REMOÇÃO DE AMEAÇAS

Perguntas sobre cavalos de Tróia

O que é um cavalo de Tróia?

UMA cavalo de Tróia é uma das categorias mais perigosas de malware. Trojans são criados com a intenção de assumir o controle dos computadores e permitir que os hackers espionem os usuários. Eles também são conhecidos como RAT (ferramenta de acesso remoto / trojan) e vírus de cavalo de Troia.

Ao longo dos anos, vimos muitos tipos diferentes deles — desenvolvido por programadores amadores e coletivos criminosos altamente experientes. Isso resultou em ataques complexos com muitos Trojans direcionados a usuários e empresas finais.

Por definição, um malware é classificado como cavalo de Tróia se cumpre o papel principal — infectar um computador e permitir que hackers assumam o controle das máquinas vítimas. Isso pode ser feito conectando-se a processos do sistema e manipulando-os para acesso ou por meio de outros pontos fracos comuns nos aplicativos instalados pelo usuário ou no sistema operacional como um todo.

Os cavalos de Tróia tornaram-se muito mais do que simples ferramentas de espionagem, eles podem conter funcionalidade avançada ou podem ser usados ​​para infectar os computadores com outro malware. Isso é particularmente útil quando o Trojan foi configurado para “preparar” o ambiente. Os exemplos mais recentes dessa categoria são conhecidos por garantir que sejam feitas modificações no sistema operacional para que o Trojan seja executado sem interrupção dele ou aplicativos de segurança que possam estar instalados.

Como um cavalo de Tróia infecta computadores?

Existem vários métodos principais de infecção usados ​​por hackers para instalar Trojans. Um fator importante a considerar é que a implantação pode ocorrer por meio de um entrega em várias etapas processo. Isso geralmente é feito usando vários mecanismos após uma sequência de eventos prescritos.

Uma estratégia comum é implantar scripts de tamanho pequeno que recuperem um segundo “etapa”. Geralmente é colocado em um formato arquivado ou criptografado. O script descompactará e colocará os arquivos nas pastas do sistema e em outros locais onde talvez não sejam verificados por mecanismos antivírus e outros serviços de segurança.

Trojans e arquivos relacionados podem ser carregados no locais controlado por hackers ou outros lugares onde muitos usuários possam procurar dados. As fontes comuns podem incluir qualquer um dos seguintes:

  • Redes sociais — Os arquivos Trojan podem ser postados em perfis, grupos, salas de bate-papo e páginas. Eles podem ser de perfis controlados por hackers ou hackeados.
  • Portais da Web e páginas de destino — Os criminosos podem criar páginas de destino, portais e mecanismos de pesquisa falsos. Isso é especialmente útil quando scripts de redirecionamento são implementados. Quando os usuários navegam para diferentes elementos das páginas, os arquivos podem ser baixados clicando em links ou interagindo com o conteúdo: Scripts, pop-ups, banner e anúncios.
  • Redes de compartilhamento de arquivos — Os arquivos de Trojan podem ser facilmente carregados por si ou em dados infectados para redes como o BitTorrent e outro software usado para distribuir arquivos. Eles são um meio muito popular de espalhar arquivos piratas e legítimos.
  • URLs encurtados — Os hackers podem facilmente incluir links que levam às infecções por cavalos de Troia em endereços reduzidos. Eles podem usar serviços populares para “mascarar” o endereço do URL de saída.

Muitas infecções por Trojan, Contudo, acontecer quando um arquivo transportadora é executado pelos usuários finais. Eles têm uma chance muito maior de infecção, pois os usuários têm muito mais probabilidade de executá-los em vez de arquivos independentes ou arquivos executáveis. Exemplos de tais transportadores de carga útil podem ser documentos infectados com macro que pode ser de todos os formatos populares de arquivos: apresentações, documentos de texto, bancos de dados e planilhas. Quando elas são abertas pelas vítimas, um prompt será gerado, solicitando que elas ativem as macros internas, a razão mais popular citada é que isso é necessário para visualizar o conteúdo. A alternativa é criar instaladores de aplicativos maliciosos de software populares. Isso é feito pegando as versões originais de suas fontes oficiais e adicionando o código necessário.

Caso contrário, as infecções por Trojan podem ser feitas usando ataques diretos. Eles são coordenados e executados usando kits de ferramentas de hackers e suítes complicadas e podem ser usados ​​em redes inteiras. A maneira mais fácil é procurar fraquezas de segurança nos computadores que podem explorar a instalação de um Trojan.

Os criminosos terão como alvo softwares não corrigidos ou mal configurados — essa é a maneira mais fácil de invadir um determinado computador. Outras campanhas podem fazer uso de ataques de força bruta em que as credenciais de certos serviços podem ser calculadas e testadas para obter entrada. Os hackers podem usar ferramentas prontas arquivos da lista de senhas ou use um algoritmo para gerá-los.

Uma das maneiras mais fáceis de implantar Trojans é comandar malware instalado anteriormente para recuperá-los. Isso geralmente é feito quando vírus de ransomware são considerados, algumas das famílias conhecidas são deliberadamente programadas para fazê-lo após o início da fase de criptografia. Isso é feito para monitorar se as vítimas vão pagar a taxa de descriptografia do resgate.

O que acontece depois que o cavalo de Troia infecta meu computador?

As infecções por cavalos de Troia são desenvolvidas principalmente para controlar os dispositivos de computador de destino, mas essa é apenas a definição de dicionário original. Hoje em dia Trojans estão entre os tipos mais complicados e prejudiciais de infecções por malware. Embora tenham o objetivo principal de controlar computadores remotamente, existem muitas outras ações maliciosas que podem ser realizadas por ele.

Geralmente os Trojans são projetados com um base de código modular permitindo que eles iniciem vários componentes que podem ser incorporados ou baixados e executados quando os hackers os instruem a fazê-lo. Dependendo da maneira como o vírus foi projetado, isso também pode ocorrer automaticamente se o mecanismo considerar que a máquina infectada está em conformidade com determinadas condições. Atividade típica de vírus Trojan pode incluir o seguinte:

  • Recuperação de informação — O mecanismo principal pode iniciar um comando de coleta de dados que pode coletar informações que podem ser informação pessoalmente identificável ou um relatório da componentes da máquina instalados. Isso geralmente é feito para gerar uma assinatura de ID exclusiva para cada computador, permitindo que os hackers controlem facilmente o número de dispositivos infectados. A coleta dessas informações também pode ser usada para outros crimes, como roubo de identidade e abuso financeiro.
  • Alterações nas opções de inicialização do sistema — O Trojan pode ser programado para manipular as opções de inicialização e iniciar automaticamente o malware quando o computador estiver ligado. Isso também pode impedir que os usuários acessem os menus de recuperação. Isso pode prejudicar seriamente os métodos de recuperação manual do usuário.
  • Manipulação da configuração do sistema — Os cavalos de Troia podem editar a configuração de arquivos importantes do sistema e as configurações do usuário. Dependendo do que exatamente foi alterado, isso pode levar à perda de dados, erros inesperados e problemas sérios de desempenho.
  • Instalação persistente — O malware desta categoria geralmente é programado para verificar se há qualquer software de segurança instalado nos sistemas infectados.. Se forem detectados, seus mecanismos poderão ser desativados ou totalmente removidos. Isso pode agir contra tipos de hosts de máquinas virtuais, programas anti-vírus, ambientes sandbox, firewalls e sistemas de detecção de intrusão.

Os cavalos de Troia normalmente operam criando e mantendo um conexão com um servidor controlado por hackers, neste ponto, os hackers poderão executar os comandos prescritos. Os dados podem ser transferidos dos computadores infectados — não apenas arquivos individuais, mas também dados suplementares. Exemplos podem ser informações do navegador da web — pode ser colhido para histórico armazenado, cookies e senhas da conta. As informações também podem ser recuperadas da área de transferência, alguns cavalos de Troia também podem incluir funcionalidade do keylogger — a capacidade de monitorar e registrar o movimento do mouse e a entrada do teclado.


Como proteger meu computador do cavalo de Tróia?

Em grande medida, existem inúmeras maneiras pelas quais os usuários podem impedir que alguns dos vírus Trojan mais simples de seus computadores. Isso funcionará nos casos em que os vírus do cavalo de Tróia são entregues aos usuários por sites e mensagens de email. Os usuários devem saber que a maioria dos ataques é realizada via phishing táticas — as vítimas alvo serão enganadas pelos usuários para interagir com mensagens de email, clicando em sites e links ou inserindo dados em campos. O phishing de sites é muito popular entre todos os níveis de experiência — os sites mais simples são apenas cópias mal feitas dos serviços e páginas da empresa mais usados. Os mais sofisticados podem ser hospedados quase nos mesmos domínios que soam, incorporar certificados de segurança e replicar o design e a estrutura. Para evitar ser enganado sempre inspecione os URLs do link e verifique se eles apontam exatamente para o domínio oficial e legítimo usado por um determinado serviço. É muito fácil para hackers substitua o por 0 como alguns navegadores e resoluções de tela podem não mostrar claramente a diferença.

Quando se trata de mensagens de e-mail nunca abra links e anexos enviados por pessoas desconhecidas e não confiáveis, empresas ou serviços. Certifique-se também de ativar a visualização de extensões de arquivo no seu sistema operacional para impedir a execução de extensões duplas. As mensagens de email de phishing podem enviar esses arquivos — eles geralmente são de documentos ou arquivos populares. Quando eles são colocados no sistema, a extensão dupla oculta o código executável ou outras técnicas de malware.

Outras dicas de uso geral para evitar cenários de infecção por cavalos de Tróia são as seguintes:

  • Evite aceitar convites de pessoas desconhecidas nas redes sociais — Geralmente, os hackers podem gerar automaticamente perfis que incluem todas as necessidades básicas da conta. Eles podem ser programados para enviar automaticamente arquivos infectados por Trojan.
  • Confie apenas em fontes oficiais de download — Muitos dados de Trojan podem ser incorporados em patches de software, atualizações e complementos que podem ser facilmente carregados em portais falsos e comunidades populares da Web. Os hackers provavelmente usarão perfis hackeados ou criados especialmente para esse fim.
  • Sempre use um conjunto de segurança confiável — Ter um software antivírus simples hoje em dia não é suficiente. Embora as atualizações de definição e a estabilidade do software sejam importantes, existem muitas ameaças que ainda podem infectar usuários-alvo de diferentes categorias. É por esse motivo que sempre recomendamos o uso de uma solução anti-malware especializada em combinação com programas antivírus. Essa combinação garantirá que uma recuperação adequada após um incidente de segurança possa ser realizada.
  • Use os recursos de segurança do sistema operacional quando necessário — Ataques de Trojan podem se espalhar pela rede, essa é a razão pela qual os desenvolvedores de sistemas operacionais colocaram algumas configurações básicas de defesa de rede. Eles podem ser ativados pelos usuários usando o menu Configurações e podem variar de versão para versão. Um dos exemplos mais importantes é o Perfil de trabalho, uma função usada quando usuários de laptops estão conectando seus dispositivos a redes Wi-Fi públicas ou profissionais. Nesse caso, o compartilhamento de rede será desativado, o que limitará o potencial de infecção de cavalos de Troia que implementaram uma propagação semelhante a um verme.

O melhor conselho a seguir é estar sempre em guarda! As infecções por vírus de Trojan estão entre os avanços e os criminosos de computador estão constantemente desenvolvendo novas táticas de infecção. Mantenha-se atualizado sobre novos malwares, ser informado é a melhor proteção.

Avatar

Martin Beltov

Martin formou-se na publicação da Universidade de Sofia. Como a segurança cibernética entusiasta ele gosta de escrever sobre as ameaças mais recentes e mecanismos de invasão.

mais Posts - Local na rede Internet

Me siga:
TwitterGoogle Plus


janelas Mac OS X Google Chrome Mozilla Firefox Microsoft borda Safári Internet Explorer

Como remover do Windows.


Degrau 1: Inicializar o PC Em modo de segurança para isolar e remover

OFERTA

Remoção manual geralmente leva tempo e o risco de danificar seus arquivos se não tomar cuidado!
Recomendamos Para digitalizar o seu PC com SpyHunter

Tenha em mente, esse scanner de SpyHunter é apenas para detecção de malware. Se SpyHunter detecta malware em seu PC, você precisará adquirir a ferramenta de remoção de malware do SpyHunter para remover as ameaças de malware. Ler nossa SpyHunter 5 Reveja. Clique nos links correspondentes para verificar o SpyHunter EULA, Política de Privacidade e Ameaça Critérios de Avaliação

1. Mantenha a tecla do Windows() + R


2. o "Corre" Janela aparecerá. Iniciar, tipo "msconfig" e clique Está bem.


3. Vou ao "bota" aba. há seleccionar "inicialização segura" e clique em "Aplique" e "Está bem".
Gorjeta: Certifique-se de inverter essas mudanças desmarcando arranque de segurança depois disso, porque o seu sistema sempre bota em inicialização segura a partir de agora.


4. Quando solicitado, Clique em "Reiniciar" para entrar em modo de segurança.


5. Você pode reconhecer o modo de segurança pelas palavras escritas nos cantos de sua tela.


Degrau 2: Desinstalar e software relacionado a partir do Windows

Aqui é um método em alguns passos simples que deve ser capaz de desinstalar a maioria dos programas. Não importa se você estiver usando o Windows 10, 8, 7, Vista ou XP, esses passos vai começar o trabalho feito. Arrastando o programa ou a sua pasta para a lixeira pode ser um muito má decisão. Se você fizer isso, pedaços e peças do programa são deixados para trás, e que pode levar a um trabalho instável do seu PC, erros com as associações de tipo de arquivo e outras atividades desagradáveis. A maneira correta de obter um programa fora de seu computador é para desinstalá-lo. Fazer isso:


1. Segure o Botão do logotipo do Windows e "R" no teclado. Um pop-up janela aparecerá.


2. No tipo de campo em "appwiz.cpl" e pressione ENTRAR.


3. Isto irá abrir uma janela com todos os programas instalados no PC. Selecione o programa que você deseja remover, e pressione "Desinstalar"
Siga as instruções acima e você vai com sucesso desinstalar a maioria dos programas.


Degrau 3: Limpe quaisquer registros, criado por no seu computador.

Os registros normalmente alvo de máquinas Windows são os seguintes:

  • HKEY_LOCAL_MACHINE Software Microsoft Windows CurrentVersion Run
  • HKEY_CURRENT_USER Software Microsoft Windows CurrentVersion Run
  • HKEY_LOCAL_MACHINE Software Microsoft Windows CurrentVersion RunOnce
  • HKEY_CURRENT_USER Software Microsoft Windows CurrentVersion RunOnce

Você pode acessá-los abrindo o editor de registro do Windows e excluir quaisquer valores, criado por lá. Isso pode acontecer, seguindo os passos abaixo:

1. Abra o Run Janela novamente, tipo "regedit" e clique Está bem.


2. Ao abri-lo, você pode navegar livremente para o Run e RunOnce chaves, cujos locais são mostrados acima.


3. Você pode remover o valor do vírus clicando com o botão direito sobre ele e removê-lo.
Gorjeta: Para encontrar um valor criado-vírus, você pode botão direito do mouse sobre ela e clique "Modificar" para ver qual arquivo é definido para ser executado. Se este é o local do arquivo de vírus, remover o valor.

IMPORTANTE!
Antes de começar "Degrau 4", por favor Arrancar de novo para o modo Normal, no caso em que você está no Modo de Segurança.
Isto irá permitir-lhe instalar e uso SpyHunter 5 com sucesso.

Degrau 4: Digitalizar para com SpyHunter Anti-Malware Ferramenta

1. Clique no "Baixar" para avançar para a página de download do SpyHunter.


Recomenda-se a executar uma varredura antes de comprar a versão completa do software para se certificar de que a versão atual do malware podem ser detectadas por SpyHunter. Clique nos links correspondentes para verificar o SpyHunter EULA, Política de Privacidade e Ameaça Critérios de Avaliação.


2. Depois de ter instalado SpyHunter, esperar por ele para atualizar automaticamente.

SpyHunter5-update-2018


3. Após o processo de atualização tenha terminado, Clique no 'Malware / PC Scan' aba. Uma nova janela irá aparecer. Clique em 'Inicia escaneamento'.

SpyHunter5-Free-Scan de 2018


4. Depois SpyHunter terminou a varredura de seu PC para todos os arquivos da ameaça associada e encontrou-os, você pode tentar obtê-los removidos automaticamente e permanentemente clicando no 'Próximo' botão.

SpyHunter-5-Free-Scan-Next-2018

Se quaisquer ameaças foram removidos, é altamente recomendável para reinicie o PC.


janelas Mac OS X Google Chrome Mozilla Firefox Microsoft borda Safári Internet Explorer

Livre-se do Mac OS X.


Degrau 1: Desinstalar e remover arquivos e objetos relacionados

OFERTA
Remoção manual geralmente leva tempo e o risco de danificar seus arquivos se não tomar cuidado!
Recomendamos que você digitalize seu Mac com o SpyHunter para Mac
Tenha em mente, que o SpyHunter para Mac precisa ser comprado para remover as ameaças de malware. Clique nos links correspondentes para verificar do SpyHunter EULA e Política de Privacidade


1. Acerte o ⇧ + ⌘ + U chaves para abrir Serviços de utilidade pública. Outra maneira é clicar em “Ir”E clique em“Serviços de utilidade pública”, como a imagem abaixo mostra:


2. Encontrar Activity monitor e clique duas vezes nele:


3. No olhar Activity Monitor por quaisquer processos suspeitos, pertencente ou relacionados com a :

Gorjeta: Para encerrar um processo completamente, escolha o "Forçar Encerrar”opção.


4. Clique no "Ir" botão novamente, mas desta vez selecione Formulários. Outra forma é com o ⇧ + ⌘ + A botões.


5. No menu Aplicações, olhar para qualquer aplicativo suspeito ou um aplicativo com um nome, semelhantes ou idênticos aos . Se você encontrá-lo, clique com o botão direito sobre o aplicativo e selecione “Mover para lixeira”.


6: Selecione Contas, depois do que clicar sobre os itens de preferência Entrada. O seu Mac irá então mostrar uma lista de itens que iniciar automaticamente quando você log in. Procure quaisquer aplicativos suspeitos idêntica ou semelhante a . Verifique o aplicativo que você deseja parar de funcionar automaticamente e selecione no Minus (“-“) ícone para escondê-lo.


7: Remova todos os arquivos deixados-over que podem estar relacionados a esta ameaça manualmente, seguindo as sub-passos abaixo:

  • Vamos para inventor.
  • Na barra de pesquisa digite o nome do aplicativo que você deseja remover.
  • Acima da barra de pesquisa alterar os dois menus para "Arquivos do sistema" e "Estão incluídos" para que você possa ver todos os arquivos associados ao aplicativo que você deseja remover. Tenha em mente que alguns dos arquivos não pode estar relacionada com o aplicativo que deve ter muito cuidado quais arquivos você excluir.
  • Se todos os arquivos estão relacionados, segure o ⌘ + A botões para selecioná-los e, em seguida, levá-los a "Lixo".

No caso de você não pode remover via Degrau 1 acima:

No caso de você não conseguir encontrar os arquivos de vírus e objetos em seus aplicativos ou outros locais que têm mostrado acima, você pode olhar para eles manualmente nas Bibliotecas do seu Mac. Mas antes de fazer isso, por favor leia o aviso legal abaixo:

aviso Legal! Se você está prestes a mexer com arquivos de biblioteca no Mac, certifique-se de saber o nome do arquivo de vírus, porque se você excluir o arquivo errado, ele pode causar danos irreversíveis aos seus MacOS. Continue na sua própria responsabilidade!

1: Clique em "Ir" e depois "Ir para Pasta" como mostrado por baixo:

2: Digitar "/Library / LauchAgents /" e clique Está bem:

3: Exclua todos os arquivos de vírus que têm similar ou o mesmo nome . Se você acredita que não existe tal arquivo, não exclua nada.

Você pode repetir o mesmo procedimento com os seguintes outros diretórios Biblioteca:

→ ~ / Library / LaunchAgents
/Biblioteca / LaunchDaemons

Gorjeta: ~ é ali de propósito, porque leva a mais LaunchAgents.


Degrau 2: Verificar e remover malware do seu Mac

Quando você está enfrentando problemas no seu Mac como resultado de scripts indesejados, programas e malware, a forma recomendada de eliminar a ameaça é usando um programa anti-malware. Combo ofertas Cleaner recursos avançados de segurança, juntamente com outros módulos que vão melhorar a sua segurança do Mac e protegê-lo no futuro.



janelas Mac OS X Google Chrome Mozilla Firefox Microsoft borda Safári Internet Explorer


Remover do Google Chrome.


Degrau 1: Começar Google Chrome e abra a menu drop


Degrau 2: Mova o cursor sobre "Ferramentas" e, em seguida, a partir do menu alargado escolher "extensões"


Degrau 3: Desde o aberto "extensões" menu de localizar a extensão indesejada e clique em seu "Retirar" botão.


Degrau 4: Após a extensão é removido, reiniciar Google Chrome fechando-o do vermelho "X" botão no canto superior direito e iniciá-lo novamente.


janelas Mac OS X Google Chrome Mozilla Firefox Microsoft borda Safári Internet Explorer


Apagar do Mozilla Firefox.

Degrau 1: Começar Mozilla Firefox. Abra o janela do menu


Degrau 2: Selecione os "Add-ons" ícone do menu.


Degrau 3: Selecione a extensão indesejada e clique "Retirar"


Degrau 4: Após a extensão é removido, restart Mozilla Firefox fechando-lo do vermelho "X" botão no canto superior direito e iniciá-lo novamente.



janelas Mac OS X Google Chrome Mozilla Firefox Microsoft borda Safári Internet Explorer


Desinstalar do Microsoft Edge.


Degrau 1: Inicie o navegador Edge.


Degrau 2: Abra o menu drop clicando no ícone na parte superior Esquina direita.


Degrau 3: A partir do menu drop seleccionar "extensões".


Degrau 4: Escolha a extensão maliciosa suspeita de que deseja remover e clique no ícone de engrenagem.


Degrau 5: Remover a extensão malicioso rolagem para baixo e depois clicando em Desinstalar.



janelas Mac OS X Google Chrome Mozilla Firefox Microsoft borda Safári Internet Explorer


Remover do Safari.


Degrau 1: Inicie o aplicativo Safari.


Degrau 2: Depois de passar o cursor do mouse para o topo da tela, Clique no Safári de texto para abrir seu menu drop down.


Degrau 3: A partir do menu, Clique em "preferências".

preferências STF-safari


Degrau 4: Depois disso, selecione os 'Extensões' Aba.

stf-Safari-extensões


Degrau 5: Clique uma vez sobre a extensão que você deseja remover.


Degrau 6: Clique 'Desinstalar'.

STF-safari desinstalação

Uma janela pop-up aparecerá pedindo a confirmação de desinstalação a extensão. selecionar 'Desinstalar' novamente, e o vai ser removido.


Como redefinir Safari
IMPORTANTE: Antes de redefinir Safari certifique-se de fazer backup de todas as suas senhas salvas no navegador no caso de você esquecê-los.

Iniciar Safari e, em seguida, clique no ícone leaver engrenagem.

Clique no botão Reset Safari e você redefinir o navegador.


janelas Mac OS X Google Chrome Mozilla Firefox Microsoft borda Safári Internet Explorer


Eliminar do Internet Explorer.


Degrau 1: Inicie o Internet Explorer.


Degrau 2: Clique no engrenagem ícone rotulado 'Ferramentas' para abrir o menu drop e selecione 'Gerenciar Complementos'


Degrau 3: No 'Gerenciar Complementos' janela.


Degrau 4: Selecione a extensão que você deseja remover e clique em 'Desativar'. Uma janela pop-up será exibida para informá-lo que você está prestes a desativar a extensão selecionada, e mais alguns add-ons pode ser desativado assim. Deixe todas as caixas marcadas, e clique 'Desativar'.


Degrau 5: Após a extensão indesejada foi removido, reiniciar Internet Explorer, fechando-lo do vermelho 'X' botão localizado no canto superior direito e iniciá-lo novamente.


Deixe um comentário

seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

limite de tempo está esgotado. Recarregue CAPTCHA.